quarta-feira, 6 de junho de 2012

PASTAS DE REPERTÓRIO de MUSICA POPULAR BRASILEIRA


As pastas abaixo foram idealizadas de forma a  auxiliarem na formação de práticas musicais específicas, isto é, são "apanhados" de músicas que podem ajudar quem queira se envolver e entender gêneros musicais específicos: blues, MPB, bossa nova, rock etc. Cada pasta oferece  um material consistente e respeitável (com cifras, partituras e tablaturas, sempre que possível) de músicas acessíveis e importantes para cada um dos gêneros musicais envolvidos. Muitas são cópias de publicações especializadas, e nem todas, infelizmente, pude disponibilizar aqui. Além disso, a vida é árdua, e muitas músicas que já estão prontas para serem colocadas aqui ainda não puderam ser organizadas -- AGUARDE ATUALIZAÇÕES! E, por razões de tempo, de espaço e principalmente de uniformização do material (evitando as impressões "truncadas" típicas de formatos .html e .txt), quase todo o material disponibilizado usa exclusivamente o  formato .pdf, que pode ser aberto com o programa Adobe Acrobat Reader, disponível para download gratuito na Web. Para maiores informações sobre como acessar os arquivos, consulte a página sobre o site
ATENÇÃO: todas as músicas e gravações foram usadas com o objetivo exclusivo de estudo e ensino de música. Elas não são transcrições absolutamente fiéis, e por isso mesmo não refletem quaisquer intenções artísticas de seus autores ou intérpretes originais. Não guardam quaisquerrelações com suas músicas originais, não visam nenhum fim lucrativo e finalmente não foram feitas com a intenção de quebrar nenhum direito de copyright, como aliás grande parte do material disponível na Internet. Desautorizo o uso de qualquer cópia ou trecho deste material para fins lucrativos, e peço que o uso ou citação de qualquer parte deste material seja devidamente indicado (sugiro a cópia do cabeçalho desta página html).
Outros arquivos (principalmente gravações mp3):
consulte minha página de compartilhamento no site 4shared:

Contém apanhados de diversos textos e exercícios para violão e guitarra, sobre diversos assuntos: escalas, riffs licks,exercícios para mão direita e esquerda, técnicas de improvisação etc., e ainda importantes textos meus (creio eu!) sobre pedaleiras, digitação na guitarra, fraseologia musical etc.
Destaques:
- princípios de áudio
 e de efeitos de guitarra, com apêndice especial sobre a pedaleira ZOOM 505;
digitação sistemática, meu "revolucionário" princípio de digitação de escalas, arpejos e leitura (etc., etc...) no braço da guitarra, violão e baixo;
- fraseologia musical, texto com exercícios sobre princípios de construção e sentido de melodias (motivos, frases, cadências - importante para solos e improvisos);
- programação de estudo, com dicas sobre como  estudar violão, que princípios seguir, quanto tempo dedicar para cada tipo de estudo etc.

 O projeto mais ambicioso desta coleção, ainda está em construção, e pretende dar condições de se introduzir profundamente na prática do blues. Cada música trazcifraspartituras e tablaturas de riffs,solos, linhas de baixo etc., a traduçãodas letras e biografias dos artistas envolvidos.
Destaques:
- BLUES: texto completo, 
com história, principais nomes, gravações, escalas, técnicas etc.;
grandes nomes do blues tradicional:Robert Johnson, Muddy Waters, Howling Wolf, Little Walter, BB King, Steve Ray Vaughan, etc.;
blues rock: Eric Clapton, Jimi Hendrix, Beatles, Led Zeppelin, Deep Purple etc.;
- exemplos de blues brasileiro: Raul Seixas, Rita Lee, Secos e Molhados, Legião Urbana, Barão Vermelho etc.
jazz blues: Herbie Hancock, John Coltrane, Charlie Parker etc.

Um apanhado de mais de 150 peças para estudo do violão erudito, a maioria de nível iniciante (0 a 2 anos de estudo).
Destaques:
- violão solo, duos, trios e quartetos;
- uma breve história do violão 
 (alaúde, vihuela, biografias etc.);
internet, peças recolhidas de sites com partituras gratuitas;
gravações minhas de dezenas de peças selecionadas.

Ana Carolina, Cássia Eller, Kid Abelha, Maria Rita,  Zélia Duncan etc.

A maioria das músicas tirada de songboksespecializados.

A maioria das músicas do Djavan tirada de songboks especializados.

A maioria das músicas tirada de songboksespecializados.

Tom Jobim e parceiros, essencialmente.
A maioria das músicas tirada de songboksespecializados.

Todas as músicas tiradas de songboksespecializados.

Led Zeppelin, Deep Purple, Iron Maiden, Helloween etc. 

Van Hallen, Metallica, Steve Vai, Guns'n'Roses etc.
A maioria tirada de publicações especializadas.

Cazuza, Legião Urbana, Paralamas do Sucesso, Titãs etc.

Charlie Brown Jr, Capital Inicial, Skank etc.

 Beatles, Creedence Clearwater Revival, Pink Floyd etc.

Beatles, Bob Marley, Doors, Elton John, Gonzaguinha Jethro Tull, Jimi Hendrix, Led Zeppelin, Rita Lee, Raul Seixas, Secos e Molhados, Sex Pistols etc.
(um pouco de cada)

Nirvana, Pearl Jam, Red Hot Chili Peppers etc.  

Oficina G3, Resgate, Voz da Verdade, Vineyard Brasil, Padre Marcelo Rossi, Vida Reluz etc. -- a maioria tirada de publicações especializadas.

Avril Lavigne, Blink 182,  Creed, Elton John, Green Day, Oasis, etc.

Standarts do repertório de jazz, fusion e soul, retirados em sua maioria do New Real Book de jazz. Cópias  das partituras em formato gif! 

Standarts do repertório de jazz, fusion e soul, retirados em sua maioria do New Real Book de jazz. Cópias  das partituras em formato gif! 

Todas as músicas retiradas de publicações especializadas.

Transcrições detalhadas e precisas de clássicos do rock, disponíveis pela Internet em arquivos do programa Powertab.

  Bruno e Marrone, Rio Negro e Solimões, Zezé di Camargo e Luciano etc.  

Nomes  que já apareceram em outras pastas e outros: Adriana Calcanhoto, Cidade Negra, O Rappa etc.


Músicas incorporadas durante o ano de 2005 (vários gêneros e estilos)

Músicas incorporadas durante o ano de 2006 (vários gêneros e estilos)

Músicas e materiais incorporadas durante os anos de 2007 e 2008, derivadas especialemnte do repertório de minhas aulas de instrumento na USC - Universidade do Sagrado Coração(Bauru/SP) (vários gêneros e estilos - destaque JAZZ, violão erudito brasileiro, etc.)
Outros arquivos (principalmente gravações mp3):
consulte minha página de compartilhamento no site


Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixe seu comentário (qualquer um pode comentar)

Loading...

O PROJETO

Sabendo da realidade social do Brasil hoje, e da política de alienação do mercado fonográfico assim como a mídia em geral que atinge cada vez mais principalmente as crianças e os jovens do nosso país, a Associação Cultural e Social de Timbaúba dos Batistas vem desenvolvendo um trabalho de conscientização através da música, onde propõe atrair á essa juventude, para que elas mesmas sejam as propagadoras das riquezas culturais do seu povo, fazendo assim com que suas representações obtenham oportunidades, meios e ferramentas para conter a própria realidade em que vivem, porque eles são presas fáceis para o mundo das drogas, bebidas alcoólicas e prostituição.

Um dos problemas que são enfrentados em trabalhos sociais como esse, no interior, é a falta de oportunidade, a realidade das cidades interioranas são desfavoráveis e até mesmo escassas quando se fala de oportunidade.

A preocupação na falta de oportunidade para os adolescentes principalmente, é que: eles estão prontos para transformar qualquer desejo em ação, e vendo por esse lado, a falta de oportunidade gera necessidade.

Se refletirmos sobre esta realidade, os jovens são obrigados muitas vezes ainda em idade escolar, a abandonar a escola para trabalhar e ajudar nas despesas familiares ou até mesmo para se dedicar precocemente a uma nova vida que ainda não cabe a eles.

A necessidade pela falta de oportunidade tem correlações com os problemas sociais, e se adolescência significa crescer, desenvolver, basta criar opções para que essas pessoas tenham uma oportunidade na vida para desenvolverem seus talentos, e assim no futuro ter uma chance de viver dignamente.

No Brasil, as políticas públicas para a juventude têm aumentado consideravelmente. Mas, ainda é muito pouco para um país tão rico culturalmente, onde pode utilizar sua forte influência para o desenvolvimento sociocultural.

E um grande exemplo dessa realidade, é as bandas de música, que só no Rio Grande do Norte envolve mais de 10.000 (DEZ MIL) Pessoas, entre jovens, crianças e adolescentes que procuram através da música um futuro melhor e encontram ainda mais, uma forma de divulgar, crescer, valorizar a cultura do seu povo.

Na oportunidade, á (ACUST) propõe dar seguimento ao trabalho que vem desenvolvendo na comunidade desde 2010, dando mais apoio e chance para mais uma criança descobrir seu valor, não só musicalmente, mas mostrando para comunidade e para ela mesma, que ela é capais de ser uma grande cidadã, e ainda podendo contribuir para o desenvolvimento do seu município, do seu país e do mundo.

A Cidade

A Cidade

Timbaúba dos Batistas é uma cidade da região de seridó no Rio Grande do Norte. Distante 282 km da capital, Natal, a cidade possui uma área urbana de 75 km² e uma densidade demográfica de 17,5 hab/km². Timbaúba é uma cidade pequena com 2 380 habitantes.

O nome da cidade vem de uma árvore chamada pelos índios de “timbóiba” que significa árvore de espuma. Os índios a chamam assim pois seu fruto produz uma espécie de espuma que é utilizada como sabão. Além disso, o nome do município também está associado ao nome de uma das primeiras famílias a chegar à região, os Batistas.

Nos idos do século XVIII as terras férteis de Timbaúba já eram habitadas e o Tenente-Coronel Manoel de Souza Forte era o proprietário do Termo da Vila do Príncipe, área onde está localizado o município de Timbaúba dos Batistas. A região começou a se desenvolver em meados do século XIX, quando o Major José Batista dos Santos fundou nas terras frescas do vale a fazenda Timbaúba. Ali teve início a grande atividade de plantio de canaviais, ensejando uma produção de aguardente e rapadura.

O povoado de Timbaúba, no ano de 1942, já era visto por Anfilóquio Câmara como um dos mais ricos do Seridó por manter uma agricultura sempre forte, destacando-se no cultivo de cana-de-açúcar.

No dia 10 de maio de 1962, por força da Lei no 2.774, o povoado desmembrou-se de Caicó tornando-se município com o nome de Timbaúba dos Batistas, numa homenagem a família de pioneiros responsáveis pelo engrandecimento do município. Em 1° de janeiro de 1964, foi instalada a sede municipal, tomando posse como prefeito o Sr. Hisbelo Batista de Araújo.

TIMBAúBA DOS BATISTAS-RN

TIMBAúBA DOS BATISTAS-RN
visão aerea

HISTÓRICO DA BANDA FILARMÔNICA ELINO JULIÃO


A banda Filarmônica “Elino Julião” de Timbaúba dos Batistas foi fundada em 03 de Março de 2010. Com a finalidade de qualificar os jovens dentro de suas próprias vocações, sentiu-se a necessidade de buscar uma parceria da prefeitura municipal de Timbaúba dos Batista com o governo do Estado do Rio Grande do Norte através do programa desenvolvimento solidário que indicou o senhor Humberto Carlos Dantas, carinhosamente conhecido como “Bembem” para viabilizar todas as providências necessárias, em seguida, depois de vencer todo o processo burocrático desde legalização da Associação Cultural e Social de Timbaúba dos Batistas (ACUST) que teve como sua primeira presidente Maria Aparecida do Nascimento, veio à elaboração do projeto e liberação dos recursos, para aquisição dos instrumentos musicais.

Depois de todo esse processo iniciou as aulas práticas e teóricas formando a banda propriamente dita.

Surgiu a ideia de dar nome à banda e foi colocado em votação que por unanimidade escolheram o nome do nosso conterrâneo e forrozeiro o artista popular “ELINO JULIÃO DA SILVA” que é motivo de orgulho para todos os seus conterrâneos pelo legado da sua história.

O maestro Mizael Cabral tem o cuidado em conjunto com a associação (ACUST) em parceria da prefeitura Municipal de Timbaúba dos Batistas na ampliação de seus componentes e na modernização de seus instrumentos, de uma vez que, recentemente foi elaborado um projeto tendo sido aprovado no valor de 25 mil reais pelo ministério da Cultura para aquisição de novos instrumentos para a estruturação da banda.

Atende hoje cerca de 90 crianças na faixa etária de 8 a 21 anos, sendo 50 participantes da banda filarmônica e 40 nas turmas de teoria e flauta doce.

A banda tem representado a cultura Timbaubense em várias cidades seridoenses, aonde vem recebendo total apoio da prefeitura municipal através do prefeito Ivanildo Filho para as devidas apresentações.

A filarmônica nesse pequeno período de existência tem se destacado devido à dedicação e trabalho da sua ex-coordenadora Maria Aparecida do Nascimento, do coordenador atual Aloísio Vale de Araújo e do seu maestro Mizael Cabral que com sua visão inovadora, consideram a música como importante meio de inclusão social para transformação de uma sociedade mais digna e igualitária.

O MAESTRO

MIZAEL CABRAL


De família de músicos, Marcio Mizael da Silva é natural de Cruzeta RN. Iniciou seus estudos musicais aos 16 anos em 2003 com o Maestro Humberto Carlos Dantas, ( Bembem Dantas ), ingressando na banda Filarmônica de Cruzeta-RN como trompetista. Em 2004 fundou o Trio Cafuçú de trompetes, marcando o começo de sua carreira de compositor e arranjador. participou como aluno em diversos seminários de música promovido pela Fundação José Augusto (FJA) e AMUSIC em Cruzeta e em outra cidades do no interior do Estado, sendo monitor do I Seminário de Música de Natal-RN do professor, compositor e maestro Normando Carneiro no curso de Arranjo Orquestração.
Em 2006, ingressou no curso Técnico de trompete (EMUFRN) sobre a orientação do professor Ranilson Bezerra, concluindo em 2009.ainda em 2009 entrou no curso de graduação em trompete da EMUFRN, sobre orientação do professor Ranilson Bezerra e Antonio Carlos. Participou de vários grupos musicais entre eles: Big Band Jerimum Jazz (EMUFRN). Big Band jovem (EMUFRN). Orquestra Sinfônica (EMUFRN). Grupo de
Choro Nosso Choro (EMUFRN). Grupo de choro Quase as Seis (EMUFRN), Grupo de pífano (AMUSIC),grupo de choro Bem Brasileiro (AMUSIC).
Trio Cafuçú(AMUSIC). Grupo de choro Chorinho das Cinco (AJAC). Grupo de Trompetes (EMUFRN). Grupo de metais (EMUFRN). Grupo de Metais (AMUSIC). Em 2008 assumiu temporariamente a direção da Filarmônica de São Tomé-RN (AJAC). Fundou e dirige Grupo folclórico “Pé de Côco” de pífano e percussão - (AMUSIC), é integrante e diretor técnico do sexteto de metaisQuimporó(AMUSIC) professor e chefe do naipe e primeiro trompete daFilarmônica de Cruzeta(AMUSIC). Em 2010 fundou e dirige a Filarmônica “Elino Julião” de Timbaúba dos Batistas RN (ACUST).
Percussionista nato, Mizael Cabral, como é conhecido no meio musical e artístico do RN, tem se destacado como compositor e arranjador para diversas formações musicais, em especial para Bandas de Música, tendo composto ou arranjado até o momento mais de 100 peças entre elas compôs peça para o CD do professor de trombone da UFRN Gilvando (azeitona) do professor Klenio Barros, e para banda Filarmônica SÃO TOMÉ-RN.
Mizael também é coordenador técnico da Associação Musical e Cultural do RN (AMUSIC) Cruzeta RN.

INSCRIÇÕES PARA TURMA DE TEORIA 2013

Inscrições abertas para turma de teoria musical da banda " Filarmônica Elino Julião" 2013 click no link e faça já a sua. https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?formkey=dGRuWnNnSEtidlpWR0xGaDdMRmFBR3c6MQ atenção. inscrição valida apenas para residentes em Timbaúba dos Batistas-RN Inscrições para turma de teoria musical 2013 da filarmônica "Elino julião" docs.google.com